aqui mora a poesia...

aqui mora a poesia...

ONDE JESUS ESPERA


Onde a dor enternece e a injuria desafia... 
Onde a esperança mora em tratos de amargura... 
Onde o pranto e a aflição, surgindo, de mistura, 
Entretecem na sombra angústia ou rebeldia... 

Onde a penúria irrompe e, súbito, anuncia 
Chaga, exaustão, nudez, tristeza, desventura... 
Onde a orfandade chora e a viuvez se enclausura 
No lar de provação, onde a noite é mais fria... 

Onde a lama se espalha... Onde a treva pragueja,  
Reclamando o perdão e a prece benfazeja... 

Onde o sarcasmo espanca... Onde o mal se descerra... 

Onde possas servir: eis o lugar do mundo, 
Onde Jesus te espera o trabalho fecundo 
Para exaltar no amor a redenção da Terra!...

Auta de Souza