aqui mora a poesia...

aqui mora a poesia...

Missão

Meus versos terão cumprido a sua missão
se puderem ser pedra e areia
servirem de barricada.
Se puderem ser o hino, quando o desânimo

se levantar como a poeira dos escombros.
Se puderem permanecer no alto, como a bandeira

rasgada e irreconhecível, mas tremulando.
Terão cumprido a sua missão
se na hora em que precisarem deles
não negarem fogo como a boa arma,
se outros puderem ouvi-lo, como o esperanto,

depois da vitória do homem e da vitória do povo.